Como Garantir o Reembolso do seu Seguro de Viagem – Dicas Gerais

Essa página é uma continuação da minha página especial sobre seguros de viagem: Os 3 Melhores e Mais Baratos Seguros de Viagem + 2 Opções Grátis.

Os 3 seguros de viagem que recomendo no artigo acima possuem uma vasta rede de médicos, clínicas e hospitais conveniados. Sendo assim, no caso de sinistro (acidente, doença, etc..) é sempre aconselhável ligar para o seguro de viagens antes para eles te indicarem um médico ou hospital conveniado para você fazer o seu tratamento.

E assim, usando a rede de conveniados do seguro, você não desembolsará dinheiro algum, uma vez que a conta do tratamento ira direto para a seguradora (a não ser que o tratamento seja mais caro que o limite máximo da sua cobertura).

Resgate de Helicóptero

Porém, caso o lugar onde você esteja pelo mundo não tenha nenhum médico, clínica ou hospital conveniado pelas redondezas, você terá que pagar pelo tratamento do próprio bolso e depois pedir reembolso à seguradora.

Mas sabe como é. Companhias de seguros em geral (sejam de viagem, carro, casa, etc…) são sempre meio chatas para pagar pelo sinistro e podem ficar achando desculpas se toda a documentação não estiver em ordem.

Nesse caso, eu vou colocar aqui quais são os documentos que os seguros de viagem normalmente pedem para você enviar a eles para você poder receber o reembolso das suas despesas médicas durante a sua viagem.

 

Mas primeiramente, alguns termos usados por seguros de viagem:

 

*sinistro do seguro: quando você aciona o seguro de viagem para usar para um tratamento (acidente, doença, etc…

*quitação de sinistro: reembolso das despesas médicas pagas pelo viajante

*seguradora: a empresa que fornece o seguro de viagens

*beneficiário = segurado = reclamante: a pessoa (você) pedindo à seguradora pelo reembolso

 

Documentos normalmente exigidos para se obter reembolso de despesas médicas (caso não use a rede conveniada)

 

  • Cópia RG e CPF ou CNH do(s) segurado(s) reclamante(s)

 

  • Cópia do Comprovante de residência (qualquer comprovante atual – dos últimos 03 meses – em nome do(s) segurado(s) reclamante(s).) Na ausência deste, enviar declaração de residência preenchida, assinada e com firma reconhecida (formulário normalmente fornecida pela seguradora)

 

  • Uma declaração de residência para menores de idade, deve ser preenchido, assinado e reconhecida firma pelos responsáveis legais do segurado (formulário normalmente fornecida pela seguradora)

 

  • Em ambos os casos, deve ser encaminhado junto com a declaração, cópia do comprovante de residência atualizado e RG/CPF do beneficiário

 

  • Cópia do voucher do(s) segurado(s) reclamante(s);
- Formulário de informações cadastrais original, preenchido pelo segurado/beneficiário (formulário normalmente fornecida pela seguradora)

 

  • Cópia do passaporte (pág. de identificação + pág. com carimbos de entrada e saída do país que você estava visitando), ou outra documentação que permita constatar as estadias fora do domicílio habitual do(s) segurado(s) – Por exemplo: Bilhete aéreos (aliás, sempre guarde seu cartão de embarque usado até o final da sua viagem, tanto para questões de seguro de viagem como para ganhar milhas)

 

Cartões de Crédito de Milhas

  • Apresentação do laudo médico original, com descrição dos procedimentos, fornecido pelo profissional da saúde ou centro médico, com clara indicação do diagnóstico, histórico clínico e formulário de admissão no caso de internação

 

  • Receita médica original; (Caso a receita seja retida pela farmácia, enviar o RX ou o documento oferecido pela farmácia em troca da receita)

 

  • Notas fiscais originais dos procedimentos médicos e ou da farmácia com descrição dos medicamentos adquiridos, que deverão concordar em qualidade e quantidade com a receita médica fornecida

 

  • Relato do ocorrido no atendimento médico (explicar o motivo, o que houve e como transcorreu o atendimento, tanto dos prestadores da empresa fornecedora do seguro de viagem quanto dos prestadores de saúde) escrito pelo segurado/beneficiário (você cria a sua própria carta, melhor se digitada no computador)

 

  • Relação de gastos preenchida completamente (formulário normalmente fornecida pela seguradora)

 

  • Telefone, endereço e e-mail para contato

 

  • Comprovante de Dados Bancários (Cópia do cabeçalho do extrato bancário, cópia de cheque, ou cópia do cartão de débito)

 

E você terá que enviar via correio todos esses documentos à empresa de seu seguro de viagem.

É, eu sei, é um monte de documentos. Então, em outras palavras, se você tiver a oportunidade de usar a rede conveniada do seu seguro, será muito melhor. Você não precisará desembolsar nada na hora do atendimento e ainda vai evitar toda essa dor de cabeça e gasto de tempo juntando e enviando documentos.

Porém, se não houver alternativa e você tiver que pagar pelo atendimento e pedir reembolso depois, não será o fim do mundo. Se organizando e tendo todos os documentos para enviar à empresa prestadora do seu seguro de viagem, as suas chances de receber o seu reembolso de uma forma rápida e sem muito stress chegam perto de 100%!

Caso você já tenha pedido reembolso, teve problemas ou foi bem sucedido, pode deixar seu testemunho e dicas aqui para ajudar a outros leitores. 

 

Para saber sobre as minhas ferramentas e aplicativos de viagem favoritos que me permitem viajar tanto e a um custo tão baixo, dê uma olhada na minha página especial sobre “81 Ferramentas e Aplicativos de Viagem.”

Se você quiser saber mais sobre novos artigos, conferir nossas últimas fotos, e ler sobre novidades, é só nos seguir aqui…

Facebook Icon  Instagram Icon  Twitter Icon  Google Plus Icon  Youtube Icon

….e cadastre-se abaixo para receber o nosso informativo:

Related Post from this Blog

Deixe uma resposta

Real Time Web Analytics