O melhor Dinheiro e Câmbio durante a sua Viagem

Câmbio: Que Moeda Levar para a sua ViagemExistem sempre muitas opções de como trocar reais pela moeda local do país que você vai visitar. Mesmo eu tendo a minha preferência, cada uma delas pode ser mais ou menos apropriada para diferentes situações.

Por que é importante o modo como você obtém moeda estrangeira??

Toda vez que trocamos a moeda de um país por uma de outro país “perdemos” dinheiro na taxa de conversão, que nada mais é que o lucro daquele que está comprando ou vendendo aquela moeda para nós. O nosso objetivo é minimizar ao máximo essa ”perda” com a taxa de conversão e que ao mesmo tempo tenhamos o dinheiro local disponível de uma forma prática. Ou seja, não adianta conseguir um Traveler’s Check em dólares americanos com uma excelente taxa de conversão se você está vai para a  Bolívia e não consegue trocar esse cheque em lugar nenhum; ou conseguir dólares para os EUA  porém com uma conversão péssima.

Como eu já mencionei, tenho a minha forma preferida de adquirir moedas no exterior que explicarei mais tarde, mas vou exemplificar aqui todas as que eu conheço com os prós e contras.

 

Trocar por dinheiro vivo (moeda do país de destino ou USD) no Brasil antes de viajar

Prós:

  • Excelente para lugares onde o governo tenta controlar o câmbio e por consequência existe um câmbio negro forte como na Venezuela ou na Argentina. Nesses países é uma ótima ideia chegar com dólar americano em espécie e trocar no câmbio negro. Atualmente pelo câmbio oficial um dólar americano é trocado por 5,83 pesos argentinos. Mas se você tentar trocar esse mesmo dólar no câmbio negro te darão por volta de 8 pesos. Um acréscimo de quase 40%. Você pode tentar trocar direto na rua ou em uma loja ou restaurante (normalmente te pedirão para consumir algo).
  • Comprando antes você tem tempo de pesquisar as melhores taxas de câmbio antes de viajar. Uma taxa de câmbio “honesta” deve ter, em média,  2 a 3% de diferença entre o valor de compra e venda para moedas principais como Dólar, Euro, Libras e de 5 a 6% para moedas secundárias como Dólar Australiano, Franco Suíço entre outros.  Por exemplo: se a casa de câmbio está vendendo dólar a 2,30 mas comprando a 2,13, a diferença percentual dá 7,89%…o que é muito!! Mas fazendo uma pesquisa rápida na internet essa é a diferença que você encontra no Brasil para Dólar e Euro. Para moedas secundárias é ainda pior, de 15% a 40%!! Procurem também na rua, podem-se encontrar diferenças menores, mas atenção para verificar se não cobram taxa de administração e se é uma casa idônea, em outras palavras, se o dinheiro não é falsificado!! Para vocês terem uma ideia, aqui na Moldávia  onde estou no momento, a diferença entre compra e venda para o Dólar Americano e Euro é menos de 0,5% nas ruas de Chisinau, o que não é nada mau; 
  • Se você já fez a troca antes de chegar ao país não precisa ficar se preocupando em achar um lugar para trocar dinheiro, falar a língua local ou ter que trocar no aeroporto. 
  • Caso você precise mostrar o dinheiro vivo na Imigração, não tem jeito. Você terá que viajar com dólares, Euro ou o dinheiro local em espécie.

 

MELHORES LUGARES PARA TROCAR DINHEIRO NO BRASIL

 

CAIXA ECONÔMICA FEDERALCaixa Econômica Federal

Sem dúvida a caixa é um dos melhores lugares para se fazer câmbio no Brasil. Eles sempre uma das melhores taxas se comparados a outras instituições. 

Porém, antes de comprar, você só precisa achar qual é a agência perto de você que faz câmbio usando esse link: http://www.caixa.gov.br/internacional/operacoes-cambio-especie/agencias/Paginas/default.aspx Depois você tem que ligar para agência um ou dois dias anteriores para reservar o montante (melhor se menos de R$ 10.000,00 por dia ou equivalente para não ter que levar declaração da Receita) e ir lá no dia marcado para comprar. Você pagará uma taxa de R$ 20,00 mas que compensa pela economia do câmbio. 

 

COTAÇÃO (Banco Rendimento)Comprar Dólares

Comprar dólares Americanos, Euro e outras 16 moedas na Cotação é super simples e prático. 

  1. Vá na área COMPRE ONLINE e faça o cadastro: https://www.cotacao.com.br/1987/comprar-online.html
  2. Você já terá acesso à cotação do Dólar e Euro. 
  3. Vá em “Comprar Online”, selecione “papel moeda” e coloque o valor e a  moeda desejada para ver o valor final em Reais (não há tarifa de compras!). 
  4. Clique “Adicionar o valor à carteira”
  5. Clique “Fechar a carteira”
  6. Escolha se você quer ir buscar em uma das lojas ou ter o dinheiro entregue em sua casa.
  7. Se desejar buscar em uma loja Cotação, selecione à direita a loja mais conveniente para você.
  8. Se desejar ter o dinheiro entregue em sua casa, coloque o seu CEP à esquerda e preencha o resto dos dados do endereço de entrega.
  9. O site te dirá se há a opção de entrega em sua localidade. Para valores iguais ou maiores do que US$ 1.000,00, não há taxa de entrega! Abaixo disso, um valor de 30 Reais será cobrado por entrega. 
  10. Confirme toda a transação. Você receberá uma ligação para combinar a entrega e forma de pagamento (DOC e TED para entregas à domicílio e as mesmas mais dinheiro vivo se a moeda for retirada na loja).
  11. Vá à loja durante o horário comercial para buscar o seu dinheiro ou aguarde a entrega que foi agendada. 

 

Comprar Dólar

 

Benefícios de comprar moedas na COTAÇÃO:

 –  Praticidade. Pode-se comprar online e receber em casa. Basicamente fazendo todo câmbio sem sair de casa. 

 –  Não há tarifa de compra para qualquer valor.

 –  Sem tarifa de entrega para valores iguais ou maiores do que US$ 1.000,00.

 –  18 moedas diferentes disponíveis (Dólar Americano, Euro, Peso Colombiano, Novo Sol, Dirham dos Emirados Árabes Unidos, Dólar Australiano, Dólar Canadense, Dólar Neozelandês, Franco Suíço, Iene, Libra, Peso Argentino, Peso Mexicano, Sol Peruano, Peso Chileno entre outras).

 –  Pode-se compra duas moedas diferentes (Dólar Americano, Euro ou outras) na mesma operação.

 –  Caso sinta-se mais tranquilo fazendo todo o processo de compra via telefone, você pode SOLICITAR CONTATO preenchendo seus dados no site que eles te ligarão gratuitamente, é só usar esse link: https://www.cotacao.com.br/1389/fale-conosco.html

 –  Ganhe milhas Smiles dependendo do valor da compra.

 –  Você também pode adquirir cartões pré-pagos sem tarifa de aquisição ou recarga. Explico mais abaixo… 

 –  Faça a cotação online…não custa nada!

 

SUPER DICA PARA NÃO SER “ROUBADO”: Evite trocar dinheiro nas casas de câmbio de Aeroportos!! Normalmente eles têm as piores cotações possíveis e muitas vezes Câmbio: Que Moeda Levar para a sua Viagemcobram taxa de administração. Eles sabem que há viajantes que chegam sem nenhum dinheiro na moeda local e que precisam obrigatoriamente trocar no aeroporto para pagar o taxi ou outras coisas. Como em geral há apenas uma única casa de câmbio no aeroporto, eles aproveitam essa situação e metem a faca mesmo!! Eu fico com pena quando vejo o pessoal chegando do exterior aqui em São Paulo e trocando dinheiro naquela casa de câmbio do Safra. Uma vez eu perguntei a taxa câmbio para comprar reais com dólares e quase não acreditei. Perguntei se eles estavam de brincadeira….era quase um assalto legalizado. Fujam das casas de câmbio de aeroporto!! Chegue no albergue ou na sua acomodação e pergunte se eles conhecem uma casa de câmbio com boas taxas, ou simplesmente pesquise pela rua onde há mais concorrência e por consequência, melhores taxas. 

 

ATENÇÃO: Existe muito Peso Argentino falsificado. Aprenda a como verificar a autenticidade da nota antes de trocar. Na Venezuela a diferença é ainda mais gritante. O câmbio oficial é de 1 dólar para 6,29 Bolivarianos e no negro chega por volta de 40 por dólar, uma diferença de mais de 500%!!

Então é sempre bom verificar antes se o país para o qual você está viajando se encontra nessa mesma situação.

 

Contras: 

  • Se você trocar demais vai voltar para casa com moeda que não vai usar e se trocar novamente por reais perderá duas vezes na conversão;
  • Se trocou pouco, precisará ir atrás de uma casa de câmbio durante a viagem;
  • Se você for a um país que usa outra moeda, como por exemplo na Colômbia onde há o peso Colombiano, você perderá 2 vezes na conversão. Uma no Brasil de real para dólar e outra na Colômbia de dólar para peso colombiano;
  • Se for uma viagem longa e você tiver trocado muito dinheiro vivo, no caso de assalto, roubo ou perda da sua mala / carteira, o prejuízo será muito grande.
  • Como eu mencionei acima, muitas vezes você pode encontrar melhores taxas de câmbio no país que você está indo, assim que chegar lá e, portanto, perder menos dinheiro do que trocando antes.

Atualização: O governo aumentou no dia 3 de Maio de 2016 o IOF para 1,1% na compra de dólar em espécie. Você pode ler a notícia aqui. Porém, continua sendo mais vantajoso do que o IOF de 6,38% do cartão de crédito e débito. 

Trocar por Traveler’s Cheques no Brasil antes de viajar. É uma espécie de cheque em dólares ou Euros que você compra no Brasil e pode trocar em lojas conveniadas pelo mundo. 

Prós:

  • Como no caso acima, você poderá pesquisar em que instituição você consegue uma melhor cotação;
  • É mais seguro que dinheiro vivo, pois você será reembolsado em caso de perda ou roubo;
  • Não expiram, sem prazo de validade. 

 

Contras:

  • Você terá que encontrar um estabelecimento que aceite Traveler’s Cheques e em muitos lugares isso pode ser uma missão quase impossível;
  • Ele só pode ser usado por você, pois necessita da sua assinatura e documento na hora da troca, ou seja, você não pode emprestar a uma terceira pessoa;
  • Também há perda na conversão quando você compra o Traveler Cheque;
  • Não existe em todas as moedas.

 Se quiserem saber mais sobre Traveler Cheques: http://www.americanexpress.com/br/tc/index.shtml

 

 Cartões pré-pagos em Dólar, Euro ou Libra

Câmbio: Que Moeda Levar para a sua ViagemÉ como se fosse um cartão de banco pré-carregado nessas moedas que você poderá usar exatamente como um cartão de banco para fazer compras ou sacar dinheiro na moeda local. A gerente do meu banco sempre tenta me empurrar essa opção mas nunca conseguiu devido aos seguintes fatos:

Prós:

  • Você sai do Brasil já com um cartão “carregado” com a moeda que você escolheu, podendo ser Dólar Americano, Euro ou Libra. Assim você não precisa se preocupar em trocar dinheiro durante a viagem;
  • O valor carregado no cartão fica protegido em caso de perda ou roubo, uma vez que é necessária uma senha para sacar o dinheiro. Porém será cobrada uma tarifa de US$ 20, € 20 ou £ 15 (dependendo da moeda do cartão escolhido) para emissão de novo cartão;
  • Se sobrar saldo ao fim da viagem você pode escolher se guarda para a próxima viagem ou saca o saldo final em reais no Brasil;
  • Tem a comodidade de ser usado como um cartão de débito para fazer compras ou saques em praticamente todo estabelecimento e caixas eletrônicos que aceitem cartões.

 

Contras:

  • Você também perde na conversão quando usa os seus reais para carregar o cartão em dólar ou outra moeda;
  • Se você for para algum país que não aceite dólar americano, Euro ou Libra, você perderá uma segunda vez na conversão quando eles trocarem o seu saldo em dólares pela moeda local;
  • Se você fizer uma compra com o cartão, você não pagará nenhuma taxa, mas se você precisar de dinheiro vivo e for sacar no caixa eletrônico será cobrada uma tarifa de US$ 2,50, €2,50 ou £ 1,70 (dependendo da moeda do cartão escolhido) a cada saque realizado. Isso se o próprio caixa eletrônico não te cobrar mais uma taxa em cima desse valor!! Fica caro cada saque….principalmente em país pobres onde cartão não é muito aceito nas lojas e você precisa andar com dinheiro vivo. Já tive uma amiga que tinha esse cartão e só sacava de monte para não ficar pagando essa tarifa. Quando mudávamos de países ela tinha aquele monte de dinheiro para trocar (e perder na conversão novamente) ou gastar com coisas que não precisava;
  • Desde de o início de 2014 o cartões pré-pagos também tem uma taxa de 6,38% de IOF, o que na minha opinião, tira toda a atratividade desse meio de pagamento comparado com outras alternativas.

 

Compra de Cartões pré-pagos na COTAÇÃO (Banco Rendimento)Cartão pré-pago dólar

 

A corretora Cotação vende cartões pré-pagos Mastercard, Visa e Visa Platinum via internet. 

Para adquirir o seu cartão pré-pado, é só seguir a mesma sequência abaixo:

  1. Vá na área COMPRE ONLINE e faça o cadastro: https://www.cotacao.com.br/1987/comprar-online.html
  2. Você já terá acesso à cotação do Dólar e Euro. 
  3. Vá em “Comprar Online”, selecione o cartão MasterCard, Visa (ou recarregar se já tiver um) e coloque o valor e a  moeda desejada para ver o valor final em Reais (não há tarifa de compras ou recarga!). 
  4. Clique “Adicionar o valor à carteira”
  5. Clique “Fechar a carteira”
  6. Escolha se você quer ir buscar em uma das lojas ou ter o cartão entregue em sua casa. 
  7. Se desejar buscar em uma loja Cotação, selecione à direita a loja mais conveniente para você. 
  8. Se desejar ter o cartão entregue em sua casa, coloque o seu CEP à esquerda e preencha o resto dos dados do endereço de entrega. 
  9. O site te dirá se há a opção de entrega em sua localidade. Para valores iguais ou maiores do que US$ 1.000,00, não há taxa de entrega! Abaixo disso, um valor de 30 Reais será cobrado por entrega. 
  10. Confirme toda a transação. Você receberá uma ligação para combinar a entrega e forma de pagamento (DOC e TED para entregas à domicílio e as mesmas mais dinheiro vivo se o cartão for retirado na loja).
  11. Vá à loja durante o horário comercial para buscar o seu cartão ou aguarde a entrega que foi agendada. 

 

Benefícios de comprar moedas na COTAÇÃO:

 –  Praticidade. Pode-se comprar online e receber em casa. Basicamente fazendo todo câmbio sem sair de casa. 

 –  Não há tarifa de compra ou recarga para qualquer valor.

 –  Sem tarifa de entrega para valores iguais ou maiores do que US$ 1.000,00.

 –  3 moedas diferentes disponíveis para serem carregadas no cartão (Dólar Americano, Euro e Libra Esterlina) .

 –  Caso sinta-se mais tranquilo fazendo todo o processo de compra via telefone, você pode SOLICITAR CONTATO preenchendo seus dados no site que eles te ligarão gratuitamente: https://www.cotacao.com.br/1389/fale-conosco.html

 –  Ganhe milhas Smiles dependendo do valor da compra.

 –  Você também pode adquirir moedas estrangeiras em espécie (Dólar e mais 17 outras) sem tarifa de compra. Explico mais acima… 

 –  Faça a cotação online…também não custa nada!

 

Cartão de crédito internacional

Minha opção preferida depois que o governo aumentou o IOF do débito para 6,38%. Como agora não tem como escapar do pagamento do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) de 6,38% para compras com cartão de crédito, débito ou pré-pago no exterior, eu prefiro utilizar o crédito para postergar meus pagamentos e ganhar milhas

Prós:

  • Você não tem nenhum custo inicial antes da viagem, o seu dinheiro para viajar está na sua conta bancária no Brasil;
  • Forma muito conveniente de pagamento. Você não precisa trocar dinheiro nem antes, nem durante a viagem. Você não precisa ter dinheiro em conta no momento da compra. Aceito em milhões de estabelecimentos pelo mundo;
  • Você pagara a maioria das suas despesas de viajem em uma data só, podendo assim deixar o seu dinheiro investido e rendendo até a data da fatura;
  • Em alguns cartões de crédito você pode acumular pontos e depois trocá-los por passagens e outros prêmios “grátis”;
  • O câmbio de conversão usada pelo banco no dia da fatura é por volta de uns 4 a 5% acima do câmbio oficial, bem modesta se comparada com algumas casas de câmbio.
  • O aumento do IOF para cartões de débito e pré-pagos, fez com que o cartão de crédito se tornasse muito mais atrativo.

 

Contra: 

  • Os 6,38% de IOF para compras internacionais realmente pesa no orçamente final da viagem;  Agora quase não há mais alternativas para fugir do IOF de 6,38%, igualando cartão de crédito, débito e pré-pago;
  • Fica dependendo dos estabelecimentos aceitarem cartões de crédito, o que pode ser bem raro dependendo do país que você for viajar; 
  • Na maioria dos cartões, é necessário fazer aviso de viagem  e dizer ao seu banco em que países você estará usando o seu cartão de crédito;
  • Você deve fazer junto ao seu banco um comunicado de viagem especificando para que países você pretenda viajar; 
  • Como você não está vendo o dinheiro saindo da sua conta você pode perder o controle e gastar mais do que devia; 
  • Se você precisar de dinheiro vivo, NEM PENSE em fazer saques em caixas eletrônicos com o seu cartão de crédito. Esse saque é considerado como adiantamento em dinheiro pela instituição financeira e você levará uma tungada nos juros, taxas e conversão que te traumatizará pelo o resto da vida!! Exagero?!?! Experimenta então e depois você me conta.
  • Você vai precisar de algum dinheiro vivo (seja dinheiro local, Dólares ou Reais na América do Sul) caso alguns estabelecimentos não aceitem cartões.

Câmbio: Que Moeda Levar para a sua Viagem

DICA: Se você leu a minha página sobre Como contratar seguro de viagem e quer comprar uma passagem com o cartão de crédito para ter direito ao seguro de viagem grátis, então essa dica é para você. Tente pagar a passagem em reais para fugir do IOF de 6,38%. Se a companhia aérea é estrangeira e mesmo que o voo não saia ou chegue no Brasil, você pode ir no site Brasileiro da Companhia Aérea e pagar em reais ao invés de dólares. E o câmbio de conversão na maioria das vezes é muito próximo do oficial. Uma vez eu voei de American Airlines da Republica Dominicana para os EUA (nada a ver com o Brasil e em uma companhia aérea estrangeira). Eu cotei em dólares no site americano da AA e depois entrei no site Brasileiro da AA e comprei em reais, com um câmbio quase igual ao oficial e ainda pude dividir em três vezes sem juros no cartão de crédito. Já tive a mesma situação com a  United e a Airfrance e deu certo, sendo que na última eu também dividi em 4 vezes. Leia mais na minha página sobre Como economizar na passagem aérea.

Cartão de débito internacional do seu banco

Essa é era a minha opção favorita, mas depois do aumento do IOF para débito, eu voltei ao cartão de crédito. Para escolher essa opção, primeiramente você deve conversar com o seu banco e verificar quais são as condições de uso do seu cartão de débito no exterior: 

  1. Se você pode utilizar o seu cartão de débito no exterior;
  2. Se você paga tarifa de saque. Caso não pague, verifique a quantos saques sem tarifa no exterior você tem direito por mês;
  3. Que eles te deem um exemplo de qual é a cotação do dólar para saques no exterior daquele dia, assim você pode comparar com o oficial e ver o quanto você “perde” na conversão.
  4. Pergunte qual o limite diário de saques e compras; pode ser menor que o seu saldo em conta. A do meu cartão, por exemplo, são 300 dólares por dia….bem mais do que eu normalmente preciso!!

Prós:

  • Funciona quase da mesma forma como se você estivesse usando esse cartão no Brasil, só que você vai sacar em moeda local e será debitado em real na sua conta;
  • Você não tem nenhum custo inicial antes da viagem, o seu dinheiro para viajar está na sua conta bancária no Brasil;
  • Você não precisa comprar moedas específicas para cada país. O seu banco fará automaticamente a conversão da compra em qualquer moeda do mundo para debitar na sua conta em reais;
  • Você pode usar exatamente o que precisa no exterior e no final não ficará com moeda estrangeira sobrando ou faltando, o saldo restante estará normalmente em reais na sua conta corrente no Brasil;
  • Você pode utilizar quase todos os caixas eletrônicos do mundo, independentemente de que banco sejam pois praticamente todos possuem convênio com a Cirrus (Mastercard) ou Plus (Visa) e o seu cartão provavelmente vai ter uma dessas duas opções;
  • A diferença entre o câmbio oficial e a cobrada pelo banco pode ser muito boa. Na última vez em que calculei a do meu banco, saquei Dinares na Sérvia e a taxa de câmbio era somente 4,8% maior que a oficial. Ou seja, consegui dinheiro local na Sérvia perdendo o mínimo possível na conversão e sem pagar tarifa alguma por isso….melhor forma de se conseguir moeda local no país que você está viajando não existe!!

 

Contras:

  • Desde o início de 2014, também a cobrança de IOF de 6,38% do valor da compra;
  • Se você viajar sem nenhum dinheiro local você pode ter problemas na chegada. Em alguns países os agentes de imigração te pedem cartões de crédito e / ou uma certa quantidade de dinheiro vivo. Isso é para provar que você consegue se sustentar e não quer imigrar ilegalmente;
  • Você pode precisar de dinheiro para pagar algo quando chegar no país e pode não ter um caixa eletrônico disponível.  Uma vez chegando em Bali na Indonésia eu precisava pagar o visto com moeda local a qual eu não tinha. Por sorte estava viajando com uma amiga e ela me emprestou. Em outro episódio chegando em Brunei de barco, sem dinheiro local, eu precisei tomar um ônibus e não tinha nenhum caixa eletrônico por perto. Depois de muita conversa contei com a boa vontade do motorista para viajar de graça, mas é bom não arriscar;
  • Assim como com os cartões de crédito, você deve fazer junto ao seu banco um comunicado de viagem especificando para que países você pretende viajar;
  • Tem lugar nesse mundo que nem ATM você vai encontrar, então cartão de débito seria inútil nesse caso;
  • Na maioria dos países você consegue achar caixas eletrônicos que não cobram nenhuma tarifa de saque mas em outros países, se você está usando um cartão estrangeiro, sempre pagará tarifa. De cabeça agora eu só me lembro de Tailândia e Argentina. Nos EUA pode ser difícil também achar um caixa que não cobre nada.

 

Algumas dicas gerais:

  • Saque dinheiro logo na sua chegada ao aeroporto (se não cobrar taxas), assim você já fica mais tranquilo;
  • Se te cobram tarifa de saque, tente sacar uma valor mais alto e sempre peça um número quebrado, tipo 320 dólares, assim você terá notas em valores pequenos pois em muitos lugares é difícil trocar notas de alto valor na rua ou no transporte público;
  • Para verificar a cotação oficial digite “currency converter” no Google e abrirá um retângulo onde você poderá escolher as moedas. Feito isso, anote a cotação em um pedaço de papel e deixe na carteira para poder saber o quando você está sacando, às vezes 100.000 na moeda local de um país pode valer só uns 10 reais;
  • Seguindo as dicas acima você minimizará ao máximo ficar com dinheiro local sobrando na saída daquele país. Caso isso ocorra, ao invés de tentar trocar novamente e perder na conversão ou levar moedinha de lembrança que fica pesando na mala, eu uso o dinheiro que sobrou para comprar comida e levar comigo pois isso é algo que sempre vou precisar;

Câmbio: Que Moeda Levar para a sua Viagem

  • Evite caixas eletrônicos independentes, ou seja, que não pertençam a nenhum banco. Esses são os piores na cobrança de taxa de saque. Um bom exemplo é o Global Net no Peru que te cobra estratosféricos 4 dólares por saque!! Evite a todo custo, isso é muito abuso!! Ande um pouco mais e você pode achar um caixa do Scotiabank que não te cobrará nada;
  • Em todo caixa eletrônico pelo mundo que usei sempre pude optar pela língua inglesa na tela para saber como operar o caixa. Eis algumas frases importantes:

 

Checking account = conta corrente

Statement = extrato

Balance = saldo

Withdrawal = saque

Pin or Password = senha

Credit account = conta crédito (como eu já disse, evitar ao máximo essa opção, é bomba!!) 

 

Conclusão

No final das contas, o ideal é usar um pouco de cada uma das alternativas acima para estar preparado para tudo. Eu uso principalmente o cartão de débito, ando com 50 dólares na carteira para emergências e cartão de crédito para as horas de aperto, e assim você estará coberto para o que der e vier….   Desde que houve o aumento do IOF para cartão de débito e pré-pago no início de 2014, eu mudei minha principal forma de adquirir dinheiro no exterior. Parei de usar o cartão de débito (só uso quando preciso dinheiro vivo) e passei a usar o cartão de crédito, uma vez que o IOF é o mesmo mas eu ganho milhas cada vez que uso e ainda adio o pagamento da fatura. Bom, e continuo carregando uma nota de 50 dólares para emergências. Caso eu esteja viajando para uma lugar na América do Sul onde há muitos turistas Brasileiros, eu levo Reais mesmo pois sei que poderei trocar na rua sem problemas. 

 

A melhor maneira de transferir e receber dinheiro do exterior

Eu sei que isso pode parecer um pouco fora do tópico, mas está relacionado com viagens e a necessidade de enviar ou receber dinheiro de outros países.

Às vezes, pode ser mais barato para os viajantes enviarem dinheiro a familiares e amigos que estão em países que ele está planejando viajar. Assim, quando ele chegar nesse país, ele pega esse dinheiro de volta na moeda local com os conhecidos que receberam a grana.

Por exemplo, digamos que estou no Brasil e estou planejando viajar para a França onde meu irmão está agora. Eu uso uma das 3 empresas abaixo para enviar dinheiro para o meu irmão na França. Ele receberá esse dinheiro em Euros e depois me dará de volta uma vez que eu chegar lá na França. Desta forma eu não preciso trocar dinheiro antes no Brasil ou depois quando eu chegar na França.

Obviamente, esta é também uma ótima maneira de enviar ou receber dinheiro da família ou amigos no exterior, mesmo que você não esteja planejando em viajar.

 

Estas são as 3 melhores e mais baratas empresas para enviar e receber dinheiro do exterior:

 

TransferWise: https://transferwise.comCheapest way to send and receive money abroad

Dos mesmos criadores do Skype, a TransferWise é provavelmente a forma mais barata de enviar e receber dinheiro do exterior. E se você usar esse link aqui, você pode fazer uma transferencia de até 600 dólares completamente de graça!

 

HiFX: http://www.hifx.co.uk
Cheapest way to send money abroad

Você pode se inscrever no HiFX de graça para simular o quanto você vai economizar na transferência. 

Paypal (dependendo do seu banco local): https://www.paypal.com

 

 

P.S.: Como mencionei na minha página de como preparar a sua mala, não se esqueça de um bom cinto de dinheiro para andar com a grana. Você pode comprar aqui na Amazon, aqui no Ebay ou aqui na REI, que provavelmente entregam no Brasil.  

E você, tem alguma outra dica de como usar o seu dinheiro em viagens no exterior??  Já esteve em algum país onde nenhuma dessas alternativas funcionou?? Dê o seu testemunho na área de comentários ou escreva-me se ainda tiver alguma dúvida não esclarecida no texto e eu tentarei te ajudar da melhor forma possível. Não se preocupe, você não precisa se identificar ou colocar seu email para comentar.

Boas viagens!!

 

Para saber sobre as minhas ferramentas e aplicativos de viagem favoritos que me permitem viajar tanto e a um custo tão baixo, dê uma olhada na minha página especial sobre “81 Ferramentas e Aplicativos de Viagem.”

Se você quiser saber mais sobre novos artigos, conferir nossas últimas fotos, e ler sobre novidades, é só nos seguir aqui…

Facebook Icon  Instagram Icon  Twitter Icon  Google Plus Icon  Youtube Icon

….e cadastre-se abaixo para receber o nosso informativo:

Related Post from this Blog

55 Responses

  1. Anônimo
    Anônimo at |

    Quero ir a Cartagena, na Colômbia em dezembro próximo. Posso levar o dólar dos EUA para trocar lá?

    Reply
  2. Anônimo
    Anônimo at |

    Olá. O que é mais vantagem: levar dólar ou euro para trocar na Bolívia?

    Reply
  3. Anônimo
    Anônimo at |

    lá, voce sabe se é facil trocar real na bolivia, peru e chile? estou achando o dolar muito alto, 2,75… não se se está valendo apena.

    Reply
  4. thaisa
    thaisa at |

    Ola. Adorei as dicas.
    Pretendo fazer um intercambio por 6 meses (Orlando). Escolhi ir entre setembro 2015 – janeiro 2016.

    Mas estou completamente perdida. Penso em começar a comprar logo as passagens e começar a trocar alguns dolares. Sera que estou me precipitando?
    Em relação a hospedagem sabe me dizer o que sai mais em conta? Ouvi falar que é casa de familia ou os alojamentos dos cursos de ingles (estou indo com o objetivo de aprimorar a lingua).

    Por favor me de algumas dicas. Desde ja agradeço.

    Bjss

    Reply
  5. Yudi
    Yudi at |

    Mês que vem pretendo fazer uma viagem para o Japão onde o avião irá fazer uma escala em Paris.
    Primeiro: Em relação a Paris eu pretendo fazer umas compras na Dutyfree de lá.Não me recordo se aceitam dólar (acredito que sim) e euro.Entre essas duas, qual é mais vantajoso trocar? E eu troco aqui no Brasil ou quando chegar lá?
    Segundo: Iene.Me recomendaram levar dólar americano ou euro e trocar por iene lá.O problema que o Dólar está um absurdo aqui.Seria mais vantajoso euro ou dólar para trocar quando eu chegar no Japão?

    Obrigado.

    Reply
  6. Ricardo Yudi Hirota
    Ricardo Yudi Hirota at |

    Mês que vem pretendo fazer uma viagem ao Japão com escala em Paris.
    Em relação a paris, pretendo comprar algumas coisas na Dutyfree.Você me recomendaria levar dólar ou euro?
    E sobre o Japão, me recomendaram levar dólar (a princípio, pois li num site – ano 2012 – para levá-lo, mas como o dólar disparou…) ou euro para trocar em iene quando chegar lá.

    O que você me sugere nos dois casos?
    Obrigado.

    Reply
  7. Armando
    Armando at |

    Olá, estou indo pra os EUA no mes de agosto, e queria alguma dica sua sobre casas de câmbio em São Paulo. se possível no centro, se sabe de alguma com a taxa boa para a troca. e se tem alguma dica para a troca lá em miami.. desde já agradeço..

    Reply
  8. debora lima
    debora lima at |

    vou viajar para argentina em janeiro do ano q vem, vou com meu noivo, o que é melhor trocar os reais por pesos aqui, ou deixar para trocar na argentina?

    Reply
  9. Andressa
    Andressa at |

    Ola, Quero ir para Bali – Indonésia. Você sabe me dizer se o real vale mais ou menos que a moeda deles local a Rupia.

    Grata!

    Reply
  10. Anderson
    Anderson at |

    Olá muito excelente o seu site! Está me ajudando muito. Pretendo viajar para Cingapura. Sou de Salvador. Devo comprar dolares americanos já no Brasil e depois trocar pelo dolar de Cingapura. Ou melhor tentar comprar a moeda de Cingapura aqui mesmo no Brasil? Vou precisar acredito de no máximo mil dolares na viagem, para transporte e comida. Uma viagem de 4 dias em Cingapura. Poderia me da dicas?

    Reply
  11. Anderson
    Anderson at |

    Olá pretendo viajar para Cingapura em outubro. É melhor comprar dolares americanos aqui no Brasil e depois trocar fazer o Câmbio em Cingapura, pelo dolar de Cingapura, ou já tentar levar dolares de Cingapura direto do Brasil? Devo precisar de no máximo mil dolares para transporte e comida.

    Reply
  12. Anderson
    Anderson at |

    Olá pretendo viajar para Cingapura em outubro. É melhor comprar dolares americanos aqui no Brasil e depois trocar fazer o Câmbio em Cingapura, pelo dolare de Cingapura, ou já tentar levar dolares de Cingapura direto do Brasil? Devo precisar de no máximo mil dolares para transporte e comida.

    Reply
  13. julia
    julia at |

    Ola, boa noite!

    Estou indo pra Colombia no final do mês, Bogotá e depois Cartagena. Ainda não cheguei a um consenso se seria melhor 1-comprar dólares aqui e trocar lá por pesos colombianos, 2- levar o real e trocar lá por pesos colombianos 3- fazer saques da minha conta corrente em caixas eletrônicos por lá ( esse terceira opção eu passei a cogitar após ler o seu blog). Então, será que vc podia me ajudar?

    Reply
  14. Gecildo Viana
    Gecildo Viana at |

    Olá!
    se eu viajar para Dallas, Texas, USA, levando 100 reais, eu posso trocar os 100 reais em dólares ao chegar lá ? Onde eu faria essa troca em Dallas ?

    Por favor, mande um email com a resposta para franciscogecildoviana@gmail.com

    Reply
  15. Rafael Affonso
    Rafael Affonso at |

    Adorei seu post, nunca fui ao exterior e pretendo ir a Venezuela mes que vem.
    Gostaria de saber se o dinheiro venezuelano que sobrar da viagem (que fora adquirido no cambio paralelo) pode ser trocado na casa de cambio oficial pois seria muito vantajoso.

    Reply
  16. Roberto Moreira
    Roberto Moreira at |

    Rodrigo estou viajando para Santa Cruz de la Sierra, depois Chile e Peru. Posso levar rela e cambiar em cada país que passar ou há melhor comprar um pouco de moeda de cada país aqui e tentar cambiar realxmoeda local? Abraço

    Reply
  17. Murillo
    Murillo at |

    Boa tarde, estou indo viajar para a Sérvia no começo de outubro, você acha melhor eu levar dinar ou eu levo euro e qualquer coisa eu troco por dinar lá?
    Obrigado.

    Reply
  18. Vit
    Vit at |

    Olá, atualmente acredito que levar dólar para Colômbia não é muito vantagem. Estou certa? A cotação está muito alta, porém as casas de câmbio estão pagando lá 750 pesos por 1 real, sendo que no site do banco central diz 824,40. Está muito desvantajoso ? Só encontro dólar a 4,09 – 4,11. Ainda tenho dúvidas sobre o saque do Visa Plus, é 2,50 dólares por saque ? Tem IOF ao sacar ? Dizem que é melhor levar moeda para Colômbia porque poucos são os lugares que aceitam cartões no débito.

    Obrigada . 😀

    Reply
  19. Rosana Fernandes
    Rosana Fernandes at |

    Olá. Mais duvidas sobre Colômbia. Minha filha viaja no próximo dia 6 de jan, ficara 40 dias por la, em intercambio. Pois bem, não temos dólares, o cartão do Banco do Brasil dela é de estudante, com limite de credita baixo. Então, imagino que a opção dela seja o débito sempre ou levar reais para trocar por COP lá, o que não é muito seguro. Estou sem saber como fazer para não pagarmos muitas taxas e a viagem ficar cara. Me da uma luz ! Agradeço desde já

    Reply
  20. Marcio Garcia
    Marcio Garcia at |

    Bom dia,

    Gostaria de tirar algumas duvidas. Estou para fazer uma aventura mochilando por 6 países da América Latina: Uruguay, Argentina, Chile, Peru, Bolivia e Paraguay, e a duvida é qual moeda compensaria mais levar para trocar em casas de cambio o Dólar ou o Real? Todas as matérias e fóruns que li ate agora sempre tendem para levar o dólar, daí eu entrei no google e procurei por casa de cambio em Punta del leste ( um dos destinos ) e entrei no site da casa de cambio. Lá o valor que pagam em pesos uruguaios por real é de 7.75 enquanto pagam 30.05 para o dólar. Fazendo uma conta rápida aqui, se eu pago 4 reais em 1 dólar hoje, não compensaria então levar o dólar pois: 4 reais X 7.75 = 31 pesos uruguaios, ou seja, mais do que eles pagam pelo dólar. Fazendo a conta inversa, se eu dividir 1 real por 4 ( cotação do dólar em media hoje ), vou ter 0,25 que multiplicado pelo valor do cambio que eles pagam vai me render uma contação de 7,51 pesos uruguaios por cada real ( trocado em dólar ).
    Esta conta esta correta?
    Outra pergunta: A cotação informada no site da casa de cambio ( atualizada ) é fiel a realizada lá na agencia física?
    E uma ultima pergunta: Existe a possibilidade de achar casas de cambios no mercado paralelo com preços melhores que os oficiais das regulamentadas pelo governo?

    OBS: Em 2014 viajei para 5 desses mesmos seis países e levei o dinheiro em real mesmo, todas as trocas foram feitas em casas de cambios, assim que chegava em um novo destino ( porque um amigo havia me dito que mudava muito de região para região e isso faria com que eu perdesse dinheiro caso trocasse tudo de uma só vez em uma única cidade, fato que caiu por terra – pelo menos naquela época – porque em media troquei o dinheiro pelo mesmo cambio em todos os lugares que passei, mudou coisa mínima ). Acontece que, naquela ocasião o dólar estava oscilando entre 2,60 a 2,70, ou seja, a realidade era outra frente a que enfrentamos agora de 4,00 a 4,15. Varias pessoas estão me dizendo que compensa mais levar dólar por causa da desvalorização do real, e é por isto que tenho essas duvidas acima, pois nunca levei dólar, e na ocasião que fui em 2014 lembro-me que empatava, ou seja, se eu tivesse levado dólar ia sair “elas por elas” na hora da troca, com o mesmo preço do real, com uma margem quase insignificante.

    Desculpe o texto comprido mas é que eu tentei colocar todas as minhas duvidas em um só comentário rsrs.

    Obrigado e aguardo um retorno

    Reply
  21. Anônimo
    Anônimo at |

    Olá, vou para Colômbia (San Andres) no final de fevereiro. A cotação para o dólar não está das mais favoráveis.
    Vc indica levar dólar (cotação hj R$ 4,13 + 0,38% IOF) ou já levar COP (cotação hoje R$ 0,00152 + 0,38% IOF) direto aqui do Brasil? Pq muitas pessoas tem comentado que levar em dólar é ruim pq perde muito fazendo duas conversões.
    Fico no aguardo.
    Obrigada.
    Aline

    Reply
  22. Juliano Campos
    Juliano Campos at |

    Rodrigo, boa noite! Vou para Cartagena em Março e gostaria de saber se 2 milhoes de pesos (COP) são suficientes? 9 dias com hotel já pago

    Reply
  23. Andressa
    Andressa at |

    Boa noite, Rodrigo,

    estou indo em março/16 para Cartagena e San Andres. Estava achando mais fácil levar real para trocar por pesos colombianos, conforme a minha necessidade, além de utilizar o cartão de débito. É realmente um mal negócio fazer dessa forma?

    Obrigada,
    Andressa

    Reply
  24. Carina
    Carina at |

    Olá! Sou portuguesa, se você me poder ajudar. Vou viajar para Peru, Bolivia, Chile mas estou com dúvida na trocar de dinheiro para usar.
    Será que vai ser fácil levar €euros ou dólares?

    Pode me ajudar?

    Reply
  25. Tiago
    Tiago at |

    Boa tarde, Rodrigo! Vou fazer um mochilão de 20 dias pela Bolívia e Peru agora em março/2016 e estou na dúvida se levo e como levar dólares. Me indicaram levar um pouco de dólar através do visa travel money e o restante em Real (dinheiro vivo). Entretanto, após ler o seu texto vi que são várias as opções. Saberia me indicar qual seria a melhor opção para o meu caso? Obrigado, desde já.

    Reply
  26. Prix
    Prix at |

    Adorei o post!
    Queria que o dólar ainda estivesse “alto” como no ano passado, pq atualmente o “alto” está surreal.rs
    Vou ao Peru dia 23 de junho e retorno no dia 2 de julho. Vou ficar do dia 23 ao dia 27 em Cusco, e do dia 27 ao dia 30 em Machu Picchu, e os dias restantes em Cusco novamente. Reservei os hotéis, porém o pagamento é feito na moeda local e pessoalmente, então estou meio perdida com essa conversão. Ao todo deu mais ou menos 600 reais de hospedagem. Ainda não comprei as passagens de trem e nem a entrada pra MP, e não tenho ideia de quanto levar.

    Devo comprar dólar aqui e trocar pela moeda local quando chegar em Cusco? Ou em MP?
    Quanto você acha que eu deveria levar de moeda local e dólar? Sei que vai depender dos meus gastos, mas queria ter uma média pra me programar principalmente com base na hospedagem e trem ida e volta.

    Obrigada pelo trabalho e atenção!

    Reply
  27. SAMUEL ANDERSON DE OLIVEIRA LIMA
    SAMUEL ANDERSON DE OLIVEIRA LIMA at |

    Olá, boa tarde.
    Li quase todos as suas respostas que me interessaram, mas ainda queria te perguntar. Viajo para La Paz agora em agosto e vou a um evento, mas a grande dúvida, levar dólar ou real? Li que dólar é sempre melhor por não ser em todas as lojas de câmbio que trocam por real. O ano passado viajei para o México e consegui trocar real por peso mexicano, só que no aeroporto estava muito melhor. Na cidade mesmo tanto para dólar quanto para real estava ruim a cotação. Tentei ver se no aeroporto de La Paz eles trocam real, mas não consegui. Dizem que no aeroporto a cotação é ruim.

    Reply
  28. Natália
    Natália at |

    Vou viajar para o Brasil. Posso pagar lá em Euros? ?

    Reply
    1. Nikki @ OutofYourComfortZone
      Nikki @ OutofYourComfortZone at |

      Oi Natália, tudo bem?

      Obrigada pelo comentário! Desculpe, mais eu não entendi sua pergunta exactemente. Você quer saber se você pode comprar coisas lá em Brasil com Euros? Ou se você pode comprar a passagem lá em Euros?

      Se você pode me clarificar, posso te ajudar melhor 🙂

      Reply

Deixe uma resposta

Real Time Web Analytics