21 Razões Pelas Quais Fazer Parte da União Europeia é Sensacional!

Como você provavelmente já notou, este é um site / blog de viagens, não político. Mas o que está acontecendo com a União Europeia realmente está me preocupando.

Em primeiro lugar, porque sou estudante de Relações Internacionais e viciado confesso à notícias internacionais (talvez isso tenha algo a ver com o meu estilo de vida de viajante ) ….mas também porque a União Europeia é muita querida para mim – embora eu entenda que ela seja um projeto enorme e complexo com um monte de problemas e desafios.

O que mais me inspira na União Europeia é que, se você voltar atrás no tempo há apenas 75 anos (o que é um tempo muito curto se comparado com a história humana neste planeta), a Europa estava em chamas!

Em todos os cantos da Europa, as pessoas estavam se matando e cheias de ódio.

Tenho certeza de que se você tivesse dito a alguém no meio da Segunda Guerra Mundial que, em 75 anos no futuro, todos estariam juntos em intermináveis festas do Erasmus ou na Tomorrowland, trabalhando em conjunto em grandes cidades cosmopolitas como Londres, Berlim, Paris, Barcelona ou Amsterdã … ou mesmo tirando férias juntos nos Alpes franceses ou nas praias da Espanha, ninguém acreditaria em você.

Mas parece que algumas pessoas na UE têm dificuldade em perceber os benefícios de serem cidadãos da União Europeia.

Ouve-se sempre as mesmas reclamações de todos os lados: como Bruxelas continua a nos dar ordens, como o meu país continua a dar dinheiro à UE em troca de “nada”, etc … então eu decidi listar aqui alguns dos benefícios que se tem por fazer parte da UE para ajudar a lembrar seus cidadãos como eles são afortunados por serem parte de tudo isso:

(PS: Eu sei que a UE não é perfeita, mas vou chegar nessa parte mais ao final. O ponto que eu estou tentando chegar aqui é que ser parte da UE traz muitos benefícios…..e os seus próprios cidadãos nem sempre os conhecem!)

Blusa da União Europeia

 

  1. Você pode viver e trabalhar legalmente em qualquer um dos 28 (em breve 27) países da União Europeia….e ainda mais na Suíça, Noruega, Liechtenstein e Islândia!

Sim! É verdade. Se você é um cidadão de qualquer país da UE … .. você também tem uma cidadania da União Europeia. E ela é cheia de direitos!! Você pode legalmente viver, trabalhar e estudar em alguns dos países mais incríveis do mundo!

Por exemplo, se você é Francês, você tem o direito de viver, trabalhar e estudar legalmente na Finlândia, na Alemanha, na Irlanda, etc…

Você tem idéia do que algumas pessoas no mundo dariam para ter tal privilégio? Eu sei, porque eu já conheci muitas delas….então talvez você pudesse ser um pouco mais grato por isso, não?

 

  1. Então, obviamente, você também pode visitar e ficar o quanto tempo você quiser em todos os países mencionados acima durante suas férias ou viagem de negócios – sem necessidade de visto!

Talvez você não planeje viver, estudar ou trabalhar em outro país da UE….mas talvez você precise visitar outro país da UE para negócios ou queira visita-los para as suas férias.

Eu passei na minha por várias entrevistas de vistos e controles de fronteira….e eles NÃO são divertidos. Mas se você é um cidadão da UE, visitar qualquer outro país da UE é tão fácil quanto visitar uma cidade logo ao lado da sua.

Além disso, você também será capaz de fazer negócios dentro de mais de 30 países e visitar seus clientes / parceiros sem gastar centenas de dólares e um monte tempo “implorando” por um visto de negócios. Muita sorte, hein?

 

  1. Você pode estudar em universidades espalhadas por toda a UE pela mesma mensalidade dos cidadãos locais….o que significa que você pode até obter de graça uma graduação inteira na faculdade ou um mestrado!

O esquema é que, de acordo com a legislação da União Europeia, os estudantes da UE são considerados “estudantes domésticos” em outros países da UE. Por exemplo, alguém da Itália pode se inscrever para estudar na Suécia e, se forem aceitos, serão tratados como um Sueco.

Sendo assim, uma vez que a maioria dos cursos de ensino superior na Suécia são gratuitos para a população local, eles também serão gratuitos para esse estudante Italiano (ou Espanhol, ou Polonês, ou Estoniano ou Britânico … oops, desculpe).

Então sim, se você for aceito, você pode ESTUDAR DE GRAÇA em muitas universidades da Suécia, Finlândia, Dinamarca, Noruega e Alemanha ….ou super barato em outros países da UE. E muita dessas universidades oferecem um monte de cursos e programas em Inglês!

Se você não acha que isso é um mega privilégio, basta bater um papo com a maioria dos americanos em seus 20s ou 30s anos e perguntar quanto é a divida que eles ainda têm com a faculdade que eles se formaram!

Isso nem sequer mencionando o quão difícil é para as pessoas de países em desenvolvimento terem acesso à educação universitária…..

 

  1. Você tem acesso ao Cartão de Seguro de Saúde Europeu que funciona em quase toda a Europa!

Ok, estou copiando aqui as palavras exatas do site oficial da UE: “Enquanto cidadão europeu, se adoecer durante uma estadia temporária noutro país da UE, quer se trate de férias, de uma viagem de negócios ou de um período de estudos no estrangeiro, tem direito a receber os cuidados médicos necessários nas mesmas condições que as pessoas cobertas pelo sistema de saúde desse país.”

Bom, isso não significa que o tratamento será sempre grátis….mas uma vez que a maioria dos países da UE tem um sistema de saúde universal, provavelmente vai custar-lhe muito menos do que ir a um médico ou hospital particular (o que você teria que fazer se você não fosse um cidadão da UE).

Desculpe meus amigos Britânicos, mas eu acho que vocês terão que gastar um pouco mais comprando um bom seguro de viagem para a sua próxima viagem às praias da Espanha. Neste caso, eu recomendo que vocês confiram essas 3 opções aqui.

Carte_Européenne_d'Assurance_Maladie_France

Um exemplo do Cartão de Seguro de Saúde Europeu Frances. Foto de Antoine FLEURY-GOBERT, licenciado sob CC BY-SA 3.0

 

  1. Os acordos de livre comércio dentro da UE economizam aos consumidores (como VOCÊ) bilhões de dólares em tarifas, impostos e pontos de verificação alfandegários.

Hoje, um comerciante de Portugal pode vender os seus produtos para alguém na Estónia, do outro lado do continente, da mesma forma que alguém da Califórnia pode fazer negócios com alguém de Nova York: sem tarifas, impostos extras ou controles aduaneiros.

Sei que muitas destas economias vão parar no bolso daquele comerciante Português …..mas muito delas também vão para o cliente da Estônia.

Não acredita em mim? Basta tirar o seu país do Mercado Único Europeu e você verá o quanto mais você pagará por aquele peixe Português, aquela maçã Polonesa, ou aquele queijo Francês importados.

 

  1. Se você é um estudante universitário na UE, você pode participar do programa Erasmus …..o que é legal para c*ralho!

Resumindo, o Erasmus é um programa de intercâmbio financiado pela UE. Ele permite aos estudantes da UE a passarem de um a dois semestres estudando em uma universidade de um outro país da UE, apoiados por uma bolsa do programa.

Dá para imaginar algo mais incrível do que ser pago para estudar no exterior?!?!

Além disso, se você foi um estudante universitário na UE nas últimas décadas, você provavelmente já foi a algumas festas do Erasmus ou até mesmo uma de suas viagens. Vai ser uma pena ver os Britânicos irem embora… eles realmente sabiam fazer festa!

É muito show ver jovens de tantos países diferentes festejando, viajando juntos e se divertindo, independentemente do hino nacional que cantam.

E acredite em mim, MUITOS casais acabam saindo deste programa…..tanto que se está criando uma geração inteira de Euro bebês!

 

  1. Usar telefone celular via roaming dentro da UE é muito mais barato do que fora dela … e em breve, os custos de roaming desaparecerão completamente!

Outra vantagem! Você vai tirar férias dentro da UE? Ou vai para uma viagem de negócios? Talvez vá fazer supermercado (ou comprar bebida….estou olhando para vocês, Suecos e Finlandeses) do outro lado da “fronteira”? Em breve, o seu telefone (e seus custos) vão funcionar como se você nem tivesse saído da sua cidade local.

A UE acaba de chegar a um acordo para permitir que os cidadãos da UE “usem seus celulares como em casa” a partir de meados de 2017. Não haverá mais aquele “susto com as contas“. Ok, pode não ser a coisa mais importante do mundo, mas ainda é um benefício legal.

Obrigado, Obama!! (Er, quero dizer, União Europeia!!)

 

  1. Acordos de “céus abertos” dentro da UE e com os EUA tornam vôos muito mais baratos para você.

Acordos de “céus abertos” são exatamente a razão pela qual voar dentro da UE pode ser tão barato!

Que outros lugares do mundo você pode encontrar vôos que levam você entre dois países por US$ 20? (não estou brincando sobre esses preços – uma vez, eu voei de Madrid, Espanha para Roma, Itália por US$ 17!)

Você pode encontrar um monte de “companhias aéreas de baixo custo” voando por toda parte dentro da UE quase como se estivessem voando dentro do mesmo país. Empresas como as conhecidas Ryanair, Norwegian, Wizzair, EasyJet … todas elas têm bases em um bando de países da UE, mesmo tendo suas sedes localizadas em um país separado.

O mesmo acontece com voos entre os Estados Unidos e a UE. Do ponto de vista de voos comerciais, a União Europeia é quase vista como um país único. Isso aumenta a concorrência entre as companhias aéreas, reduz os custos para os consumidores e melhora a eficiência entre os dois continentes. Você já ouviu falar da passagem de US$ 65 entre os EUA e a UE?!?!

E eu nem vou falar de todos os direitos que você tem como passageiro dentro da UE ….oh, essas regulamentações malvadas para proteger consumidores…..como se atrevem?!

 

  1. Você usufrui de taxas bancárias e de cartão de crédito mais baixas dentro da União Europeia.

Show, outro benefício de ser um membro da União Europeia … e estamos apenas a meio do artigo! Que surpresa!

Mais uma vez, vou citar o site oficial da UE: “Se fizer um pagamento transnacional na UE, os bancos devem informá-lo de forma clara e simples das taxas ou comissões eventualmente aplicáveis.

Se se tratar de um pagamento em euros ou coroas Suecas, os bancos não devem cobrar comissões mais elevadas do que as que cobrariam por uma transação nacional do mesmo valor em euros. “

Outra boa explicação: “Nos termos da legislação da UE, os encargos bancários das transações financeiras devem ser os mesmos dentro dos estados membros da UE e entre os estados membros da UE. Por exemplo, se você retirar dinheiro de sua conta bancária Irlandesa usando um caixa eletrônico na Alemanha, a cobrança por essa transação deve ser equivalente à taxa que você pagaria se retirasse o mesmo valor usando um caixa eletrônico Irlandês que não faz parte de sua rede bancária. “

Basicamente, em termos bancários, a UE é quase vista como um único país. Tente enviar ou receber dinheiro para fora da UE e você vai ver o quão insano são os custos de transferência!

Boa economia por fazer parte da UE, hein?

 

  1. A Frontex torna mais fácil e mais barato proteger as fronteiras externas do espaço de Schengen da UE.

A Frontex é a agência da UE responsável pelo controlo fronteiriço do Espaço de Schengen Europeu.

Certo, mas como a Frontex torna mais fácil e mais barato proteger as fronteiras externas do Espaço de Schengen Europeu? Simples: basta imaginar os recursos que seriam necessários para controlar todas as fronteiras internas dentro da União Europeia. (A título de exemplo, apenas a Áustria compartilha fronteiras com outros 8 países).

Naturalmente, é muito mais eficiente usar todo esse dinheiro e pessoal para fortalecer as fronteiras externas da UE, em vez de todos as pequenas no meio. Anualmente, os países que estão no espaço de Schengen economizam uma tonelada de dinheiro por não terem que operar postos de controle com oficiais de fronteira, infra-estrutura, manutenção, etc…

Além disso, na verdade, poderia custar até 100 bilhões de euros para reinstalar todas as fronteiras internas da UE.

Quer dizer que atual sistema de fronteiras da EU está funcionando perfeitamente agora? Provavelmente não. Mas a maioria das fronteiras do mundo (exceto em ilhas e talvez na Coréia do Norte) também não funcionam perfeitamente.

Mas a UE está tentando. Desde 2016, a Frontex foi reforçada e tornou-se a Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira. Este processo está reformulando todo o sistema de controle fronteiriço para evitar uma crise nas fronteiras como a de 2015.

Mais uma vez, ninguém disse que a UE é perfeita! Mas como podemos ver aqui, certamente ela pode mudar e melhorar para se adaptar a um novo ambiente.

E lembre-se, a crise de refugiados e de imigrantes teria acontecido INDEPENDENTEMENTE da existência da União Europeia!

Mas sem a União Europeia, Espanha, Itália e Grécia estariam lidando sozinhos com o problema…..ao invés de ter o fardo compartilhado entre 28 países. Algumas pessoas chamam esse estranho fenômeno de “solidariedade”!

 

  1. Se o seu país usa o euro, ele economiza uma grana por não ter que fazer câmbio cada vez que faz negócios com outros países da zona do euro.

Viver em um país com uma moeda forte e confiável é algo muito importante.

Você sabe que seu dinheiro pode ser trocado (ou aceito) em quase qualquer lugar do mundo. Além disso, você não corre o risco de ter suas economias transformadas em pó por causa da inflação (basta perguntar à Venezuela o quão problemático isso é).

Mas até não muito tempo, apenas o dólar americano (e talvez a libra esterlina) eram vistos como reais moedas internacionais. Não mais.

O euro hoje, além de fazer parte da cesta de moedas do FMI, também deu uma forte voz financeira à UE em todo mundo. Sim, seu dinheiro é forte!

Além disso, eu não estou nem contando o quanto as pessoas, empresas e outras instituições economizam anualmente em taxas de câmbio e custos de transação quando lidam com um dos outros 24 países que também usam o euro oficialmente.

Os bancos devem odiar perder toda aquela receita das taxas de transferência internacional….que são um absurdo por sinal!

A propósito, você já ouviu falar do Banco Central Europeu? Bom, no ano passado, através da sua política monetária, ele economizou aos países da área do euro € 50 bilhões em pagamentos de juros…..dinheiro extra que será investido de volta nos países que usam o euro……nada mal, hein?

Mas por que será que isso não foi notícia em tudo quanto é lugar? Boa pergunta!

 

  1. Se você se preocupa com o meio ambiente, a União Europeia é o lugar ao qual você deve pertencer.

Independentemente se você acredita que a mudança climática é real ou não, ou se é causada por seres humanos, eu acho que todos nós podemos concordar que poluição é algo ruim, certo? (Ou poluição também é conspiração mundial?!?!)

Caso contrário, você gostaria de respirar um ar como este aqui?

De qualquer forma, a poluição ou a pesca predatória são exemplos de problemas com os “comuns” do planeta (ou áreas que não pertencem a ninguém). Nós chamamos esses problemas de “tragédia dos bens comuns“, uma vez que cada indivíduo ou país está apenas agindo em próprio interesse, explorando os bens comuns como queiram, sem pensar nas conseqüências para os outros.

Um exemplo: independentemente de quanto a Coréia do Sul tente não poluir (o que eu não estou dizendo que necessariamente o faça), ela não pode eliminar completamente a poluição atmosférica sobre suas cidades, uma vez que muito dessa poluição vem da China.

Portanto, só podemos resolver esses problemas se países confiarem uns nos outros para assim poder cooperarem entre si.

E um dos objetivos da UE é ajudar nessa cooperação a nível regional! Hoje, a UE está na vanguarda do mundo em termos de proteção do meio ambiente.

Isto é ótimo para você, porque quando você vê aquele céu azul maravilho todas as manhãs ou vai nadar naquele rio limpo durante o verão, você pode agradecer aos padrões e regulamentação ambiental da UE por esse privilégio.

….oh, essas regras e regulamentos malvados para proteger o meio ambiente, como se atrevem!….de novo?

 

  1. Grandes multinacionais não podem intimidar o seu país quando ele faz parte da UE.

Multinacionais – empresas que operam em vários países, como a Shell, a Apple ou a Volkswagen – estão se tornando alguns dos personagens mais poderosos no mundo de hoje.

Ao mesmo tempo, países estão “implorando” por IED (investimento estrangeiro direto) dessas mesmas empresas multinacionais para criar empregos.

Isso significa que está ficando cada vez mais fácil para as multinacionais colocarem países uns contra os outros ao dirigirem seus investimentos: “quem vai me dar mais créditos fiscais?”; “Quem vai impor menos regulamentação ambiental, trabalhistas ou de mercado?”; “Quem tem o salário mínimo mais baixo?”

Assim, os países se envolvem em guerra fiscal o que leva a uma “corrida ao fundo do poço“, reduzindo seus padrões ao máximo para poder atrair IED…..

Então, quem perde neste cenário? Os trabalhadores, os consumidores, o meio ambiente e os países (que estarão recebendo menos impostos das multinacionais pelo mesmo IED).

E os GRANDES VENCEDORES? As multinacionais!

Mas e se eu te dissesse que os países poderiam se unir e dizer às multinacionais que se elas quisessem acessar e investir no maior mercado único do mundo (também conhecida como União Europeia), elas teriam que seguir as nossas regras, não as delas?

Bem, é aí que a UE entra em jogo. Ao estabelecer normas mínimas de trabalho, mercado e meio ambiente, a UE garante que seus cidadãos sejam os maiores beneficiados pelo IED, não apenas as multinacionais.

Nós ainda temos muito trabalho pela frente no que diz respeito à elisão fiscal, arbitragem regulatória e concorrência fiscal, mas a UE está chegando lá…..é só perguntar à Apple! Seu país não seria capaz de lutar sozinho contra essas grandes corporações!

E sim, para realmente poder lutar juntos, países têm que sacrificar alguma autonomia em troca de um melhor trabalho em grupo….mas lembre-se, não há almoço grátis!

 

  1. Você pode facilmente conduzir com sua carteira de motorista local em qualquer lugar na UE.

Bom, este beneficio é fácil de entender. Por ser um cidadão da UE, você pode dirigir com sua carteira de motorista nacional em quase 30 países…..sem problema algum.

Dá para imaginar a dor de cabeça que seria para motoristas de caminhão trabalhar ao redor da Europa sem a UE? Esqueça aquela carteira de motorista internacional cariríssima!

Mais uma vez, talvez não mude a vida da maioria dos europeus, mas é sem dúvida mais um benefício para se ter em mente!

 

  1. É muito mais difícil para o seu país entrar em guerra com outro país se ambos fazem parte da UE.

Novamente, isso é quase auto-explicativo.

Se ambos os países são membros da UE, eles têm uma instituição supranacional através da qual podem expressar as suas desavenças e assim resolver seus problemas conversando ao invés de lutando.

Além disso, se ambos os países fazem parte de um mercado único e, portanto, são economicamente interdependentes, eles têm muito mais a perder do que ganhar lutando um contra os outros em um conflito militar. Por que se preocupar em lutar contra outro país se você pode fazer negócios com ele e ambos ficarem mais ricos?!?!

 

  1. Se você é cidadão da UE, você pode contar com igualdade salarial e leis não discriminatórias no local de trabalho.

Seu país individualmente tem leis e regulamentação sobre igualdade de salários e discriminação no local de trabalho? Talvez. Mas posso dizer-lhe que muitos países não as têm.

Mais uma vez, aquelas regulamentações bobas da UE tentando proteger os trabalhadores….tsc, tsc….a UE é tão cruel!

 

  1. Se você faz parte da UE, o seu país economiza montanhas de dinheiro e tempo em questões de regulamentação.

Vamos ser honestos aqui, o seu país VAI fazer negócios com outros países na sua região ou ao redor do mundo.

Basta olhar à sua volta! Suas roupas, seus eletrônicos, seu carro, sua comida! Quanto disso foi produzido 100% dentro do seu país? Não muito eu acredito. Mas para importar ou exportar tudo isso, o seu país precisa seguir certas regras e regulamentos de outros países.

Logo, imagine o quão benéfico seria se tivéssemos regras e regulamentos comuns para todos os países com os quais fazemos negócios? Bom, talvez não tenhamos algo assim que abranja o mundo todo, mas você tem isso dentro da UE.

Então, basta pensar o quanto de tempo e recursos você economiza na UE por ter um conjunto só de regras ao invés de 28.

Embora eu concorde, alguns regulamentos às vezes podem ser desnecessários….mas há muitos que realmente fazem uma diferença positiva na vida das pessoas.

 

  1. Você tem o direito de ser protegido pelas autoridades diplomáticas e consulares de qualquer outro país da UE quando estiver no exterior.

Digamos que você é da República Checa e está viajando no Tajiquistão. O Tadjiquistão não tem uma embaixada Checa, mas tem uma Alemã.

Se você precisar de assistência consular durante a sua viagem (porque perdeu o seu passaporte, foi roubado, se encontrou no meio de um conflito civil, etc….), você pode contar com a ajuda da embaixada alemã – tudo porque tanto a República Checa como a Alemanha são membros da UE.

Naturalmente, isto funciona para qualquer combinação dos 28 países da UE.

 

  1. MUITO dinheiro da UE é investido em obras de infra-estrutura e pesquisa no seu país.

Você já viu uma placa como essa antes na sua cidade ou país?

Placa de projetos da União Europeia

Foto de Elliott Brown, licenciado sob CC BY 2.0

Significa que uma estrada, uma ponte, um hospital, uma estrada de ferro, uma escola, um túnel, etc., foi parcialmente financiado pela União Europeia.

O engraçado é que há países que recebem uma enorme quantidade de investimento da UE (muito mais do que eles dão em troca), mas alguns dos seus cidadãos ainda têm uma visão negativa UE…..não me levem a mal, criticismo é importante, mas ficar detonando a UE a toda hora….

Então, da próxima vez que você estiver dirigindo em uma estrada ou ponte novinha em folha, pense neste artigo aqui…..talvez você seja um desses ingratos que só reclamam.

E eu já mencionei todo o dinheiro investido em pesquisa e inovação? Bom, quem precisa de dinheiro para pesquisa e inovação no século 21 de qualquer forma?!

 

  1. A Eurojust e a Europol ajudam a combater redes criminosas ao redor da UE para te proteger!

Sério, a menos que você seja um criminoso, você deve concluir que isso é uma boa idéia.

Com um mundo super conectado que temos hoje, o crime organizado pode atuar em qualquer parte do planeta. E, embora também tenhamos a Interpol, ela tem limitações em muitos países em termos de recursos e autoridade.

Mas dentro da UE, a Eurojust e a Europol facilitam a cooperação policial entre os países da UE para ajudar com os mandados de investigação, perseguição e prisão através das fronteiras.

Já ouviu falar do Mandado de Detenção Europeu? Sim, se você cometer um crime e ser capturado dentro da UE, eles vão extraditá-lo para o seu país de origem! Eles ainda têm o Sistema de Informação de Schengen para identificar pessoas procuradas pela polícia em cada país de UE.

E essa cooperação funciona em muitos casos … a menos que você viva fora da UE…

 

  1. Ao fazer parte da UE, você é um contrapeso contra a América de Trump e a Rússia de Putin.

Desculpe meus amigos americanos – vocês sabem que eu amo a maioria de vocês – mas as coisas não estão boas para o seu lado.

Agora mesmo você está sendo dirigido por um cara que não acredita em mudança climática, nas Nações Unidas, na UE, cooperação global, e que quer puxar os Estados Unidos para dentro de si mesmo, independentemente das conseqüências para o resto dos 7,2 bilhões de pessoas neste planeta…..em uma típica “política de empobrecer o vizinho.”

E com relação à Rússia – você pode imaginar que sonho seria para Putin se a UE se despedaçasse?

Atualmente, há uma competição ideológica entre o semi-autoritarismo da Rússia e a democracia liberal da UE. Seria muito mais fácil para a Rússia de Putin espalhar seus valores ultra nacionalistas e iliberais através de um continente despedaçado do que através de uma União Europeia forte e confiante.

Isso não dá uma visão muito otimista do futuro para o nosso planeta como um todo.

Então, o que devemos fazer? Apenas fechar-nos em nossas próprias comunidades nacionalistas e deixar os quase 200 países do mundo competir uns contra os outros pelas migalhas da economia moderna?

A minha esperança é que a sua resposta seja um retumbante “NÃO!”

Olha, eu sei que a UE não é perfeita, mas acredito que a sua influência e os seus valores (respeito pela dignidade humana e pelos direitos humanos, a liberdade, a democracia, a igualdade e o estado de direito) são inigualáveis em qualquer outro grande ator mundial hoje. Desculpe Estados Unidos, talvez em 4 anos?!?!

Isso torna o papel da União Europeia no mundo hoje mais importante do que nunca. Ou, como um certo país dizia sobre si mesmo, “uma luz de esperança.” (É….meio brega…eu sei….)

… e você, como cidadão da UE, você faz parte disso!

Muito idealista? Talvez. Mas é melhor do que ser um constante pessimista….algo que com certeza não leva você (e o resto do mundo) a lugar nenhum.

Roupa da União Europeia

 

Críticas finais à União Europeia

Mesmo com as razões acima, a UE está longe de ser perfeita. Mas uma vez que eu a admiro pelo o que ela é e pelo que esta tentando ser, eu acho que eu também tenho direito de critica-la…..apenas um pouco de amor sincero.

Então, União Europeia, aqui estão algumas idéias para você:

  • Ouça o seu povo. Entenda por que tantos cidadãos da UE vêem você desfavoravelmente, quais são suas queixas, e tente resolvê-las!
  • Ao mesmo tempo, deixe claro que globalização, automatização, offshoring e imigrantes/refugiados vindo de países em dificuldades aconteceriam independentemente da existência da União Europeia. Além disso, explique que é realmente mais fácil lidar com as conseqüências desses eventos trabalhando juntos ao invés de individualmente.
  • Lembre-se que você não existe para servir a si mesma, seus políticos ou funcionários, mas para servir o povo da União Europeia! Então aprenda com o setor privado sobre corte de custos, ser mais eficiente e evitar desperdício.
  • Então, uh … por que precisamos de dois edifícios para o Parlamento Europeu? Será que realmente precisamos de Strasbourg e todos os custos de locomoção para Bruxelas? Mesmo? Será que realmente precisamos que todo o pessoal administrativo da UE fique estacionado na Cidade do Luxemburgo? Uma das cidades mais caras do mundo? Novamente….fala sério!
  • E pelo bem da humanidade, trabalhe no seu marketing!! Você é incrível e você sabe disso, então comece a vender-se corretamente ou você vai acabar ficando sozinha!

 

E agora para você, Sr. ou Sra. cidadãos da UE, por favor, parem de reclamar e dêem valor ao que vocês têm. Eu sei que a UE não é perfeita, mas acredito firmemente que suas vantagens superam suas desvantagens.

E eu sei que reclamar de tudo é quase parte da natureza humana.

Mas você pode ter certeza que uma grande parte dos 7,2 bilhões de pessoas neste mundo “dariam um braço e uma perna” para ter metade dos benefícios e privilégios que você tem apenas por fazer parte da UE.

Se você não acredita no que estou dizendo, viaje ao redor do mundo para abrir um pouco os seus olhos (por sinal, use este site para planejar a sua viagem )

Assim, em vez de apenas reclamar – comece a dar um pouco de crédito à UE, mostre que você se importa com ela e que você quer melhorá-la para que ela possa ficar cada dia mais forte. (Que no final das contas, como vimos acima, só irá te beneficiar.)

E vamos todos manter, como o lema da UE diz: “Unidade na Diversidade“!

Agora, assim como a União Europeia, eu também não sou perfeito! 

Então, se você vir qualquer informação aqui que esteja errada, incompleta ou pareça enganosa, por favor me ajude colocando os seus comentários abaixo de uma forma civilizada. Desta forma, podemos ter uma “conversa” produtiva para assim podermos melhorar nossas idéias e conhecimentos através desta interação.

Fiquem em Paz!

 

Se você quiser saber mais sobre novos artigos, conferir nossas últimas fotos, e ler sobre novidades, é só nos seguir aqui…

Facebook Icon  Instagram Icon  Twitter Icon  Google Plus Icon  Youtube Icon

….e cadastre-se abaixo para receber o nosso informativo:

Related Post from this Blog

2 Responses

  1. Jackson Monteiro
    Jackson Monteiro at |

    é engraçado como todos falam bem da UE no que tange ao livre comercio e barreiras alfandegarias entre os paises… porem os proprios paises taxam fortemente a população e subsidiam vários setores da economia.
    sem falar que é impossivel uma politica fiscal unica ser boa para alemanha e grecia, com caracteristicas tão diferentes. não a toa, grecia quebrou e nem sinal de recuperação, pois a mentalidade esquerdista de governo grande fez criar bizarrices como um metro que arrecada 100 mi de euros por ano e gasta 700 mi. estatal, claro. quem pagou a conta? o povo grego.

    enfim, aproveitem essa de “tal serviço é gratuito” pq isso nao vai longe. para o bem de todos. tudo que é gratuito para um, é pq foi tirado a força de outro.

    Reply

Deixe uma resposta

Real Time Web Analytics